Conexão Benim

orchestrepoly-rythmodecotonou

A Radiola Urbana tem um prazer especial em dar certas notícias e esta é uma delas: o Goma-Gringa anuncia o primeiro lançamento da fabulosa Orchestre Poly-Rythmo de Cotonou no Brasil! A pré-venda já está rolando no site do selo e o LP traz cinco opções de cores para o capa (!!!), em uma edição limitada a 500 cópias. A banda de Benim é um dos maiores fenômenos da música africana dos anos 70, com um trabalho autoral surpreendente e uma espantosa produção — ela gravou mais de 500 faixas desde 1970 até 1983. A quantidade, neste caso, é proporcional a qualidade: com um som desenvolvido a partir das batidas do Vodun, manifestação religiosa muito popular em Benim, o som da Poly-Rythmo incorpora elementos do funk e do afrobeat, além de uma saudável dose de psicodelia, e o resultado é uma explosão fascinante e surpreendente. O lançamento do Goma-Gringa reúne oito faixas da banda (ouça duas delas no link abaixo) e é uma parceria com o selo alemão Analog Africa, um dos mais empenhados em redescobrir a música africana dos anos 70 e trazê-la aos nossos limitados ouvidos ocidentais. É claro que este tipo de acontecimento merece celebração e a festa de lançamento será no dia 20 de março, na Serralheria, com discotecagem de Samy Ben Redjeb (o idealizador do Analog Africa) — além dos DJs MZK (Virado à Paulista, Safári, Festa Fela), RamiroZ (Radiola Urbana, Safári, Festa Fela), Les Mains Noires (Goma-Gringa) e Quebrante Sound System! Atenção! (RZ)

No comments

Trackbacks/Pingbacks

  1. Analógico até o caroço | Radiola Urbana - [...] Benin que gravou cerca de 500 músicas ao longo dos anos 70 e começo dos 80. Mas como se ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *