Jazz contra o racismo

Jazz contra o racismo

Embora boa parte do público dos festivais de jazz no Brasil seja a elite branca interessada em uma vertente mais comportada para acompanhar o uísque, a história do gênero mostra que a revolta contra o racismo é uma tradição desde os anos 30 – não por acaso, sua raiz está intimamente relacionada aos cantos dos escravos. A playlist a seguir reúne 10 faixas que simbolizam essa luta em...

Read More

Monumento do jazz

Monumento do jazz

Archie Shepp está entre nós. Este senhor de 81 anos é uma testemunha ocular de algumas das passagens históricas do jazz. Ele participou, por exemplo, das gravações de dois dos álbuns mais icônicos de John Coltrane: “A Love Supreme” (1964) e “Ascension” (1965) – muito embora, no caso do primeiro disco, sua participação tenha sido preterida por uma sessão de gravação...

Read More

Archie Shepp, 80

Archie Shepp, 80

Salve Archie Shepp! O saxofonista norte-americano completa 80 anos nesta quarta-feira 24 de maio e é, portanto, um dos principais jazzistas vivos. Influenciado e estimulado por John Coltrane, o músico desenvolveu uma personalidade muito autoral com doses sempre bem servidas de perturbação e indignação no som de seu instrumento. Gravamos um podcast que cobre o período entre 1964 e 1972 com...

Read More

Coltrane em quadrinhos

Coltrane em quadrinhos

Leia nossa entrevista com o artista italiano Paolo Parisi, autor da HQ “Coltrane”, que acaba de sair no Brasil pela editora Veneta. Na sexta, 19-02, acontece um evento de lançamento do livro na Patuá Discos. John Coltrane não se discute. É uma força da natureza. Todo culto em torno de sua obra e até a igreja com seu nome em São Francisco são perfeitamente concebíveis. Foi...

Read More

O sopro de um gigante

O sopro de um gigante

Ornette Coleman (1930 – 2015), bem antes de sair deste plano hoje (11-06-2015), já ocupava a posição de lenda do jazz. Mais do que um músico talentoso e revolucionário, era um daqueles fenômenos que surgem não se sabe de onde para mudar o curso de um rio imenso. Ornette mudou o fluxo da corrente do jazz, que seguiria de forma bem mais ordeira e menos transgressora se não fosse por...

Read More

O testamento de Coltrane

O testamento de Coltrane

33 minutos: é esse o tempo que dura a suíte “A Love Supreme” (Impulse Records), gravada em 9 de dezembro de 1964 e lançada em fevereiro de 1965. Pode chamar de música ou oração, mas o fato é que as quatros partes da obra mais icônica de John Coltrane é, sem dúvida, um milagre. Gravado pelo saxofonista junto ao seu quarteto clássico (com McCoy Tyner no piano, Elvin Jones na bateria...

Read More