Guizado apocalíptico

Guizado apocalíptico

Os robôs já estão entre nós e cada vez mais manipulam nossa realidade. Verdades são ilusões. “O Multiverso em Colapso”, quinto e novo disco do paulistano Guizado, não poderia ser lançado em um melhor momento. Com uma narrativa apocalíptica e estética de ficção científica, o trabalho desenvolve uma ideia através das letras e sons que poderiam virar um roteiro de filme – na...

Read More

Samba na veia

Samba na veia

#foratemer Existem golpes e golpes. “Golpe de Vista” é o terceiro disco de Douglas Germano. Você pode até não conhecê-lo de nome, mas se você já ouviu Metá Metá, “Encarnado” ou “A Mulher do Fim do Mundo” e gostou, provavelmente já foi fisgado por sua poesia. É dele, por exemplo, a autoria de “Maria de Vila Matilde” — que Elza...

Read More

Autópsia do samba

Autópsia do samba

Romulo Fróes acaba de lançar o sétimo disco de sua carreira — o primeiro, no entanto, sem composições próprias. “Rei Vadio” reúne 14 músicas de Nelson Cavaquinho e traz participações de Dona Inah, Ná Ozzetti e Criolo. O resultado é lindamente perturbador. Leia nossa entrevista com Romulo. Cantar a morte é pra poucos. Nelson Cavaquinho tinha essa manha. Em uma...

Read More

Elza até o fim

Elza até o fim

Mais um texto da série #AgoraÉQueSãoElas na Radiola Urbana: Lígia Nogueira escreve sobre “A Mulher do Fim do Mundo”, último e excelente trabalho de Elza Soares. Esse é o primeiro disco só de músicas inéditas da carreira da cantora, que vocifera contra a violência contra a mulher, encarna uma transexual e avisa: “eu vou até o fim cantar”. Esse texto foi publicado...

Read More

Sem tropeço

Sem tropeço

O passo é torto mesmo: caiu na rede o terceiro disco da banda Passo Torto, “Thiago França”, o primeiro em parceria com a cantora Ná Ozetti. O título, uma contradição planejada, presta homenagem ao saxofonista que é parceiro dos integrantes mas não participa deste projeto específico. Aceite o mistério. O passo é torto mas o rumo é adiante: a voz lapidada e rica em recursos...

Read More

Na rota da Virada

Na rota da Virada

Roda e avisa! Nove shows do nosso projeto Rotações serão apresentados no palco Rio Branco, da Virada Cultural, neste fim de semana (nos dias 17 e 18 de maio): Felipe Cordeiro x “Expresso 2222″ (Gilberto Gil, 1972), Bruno Morais x “Sonhos e Memórias 1941 – 1972″ (Erasmo Carlos, 1972), Cidadão Instigado x “Dark Side of the Moon” (Pink Floyd, 1973),...

Read More

Romulo Fróes interpreta “Transa” (Caetano Veloso), 18-05 (SP)

Romulo Fróes interpreta “Transa” (Caetano Veloso), 18-05 (SP)

Virada Cultural – Palco Rio Branco 18-05, às 13h

Read More

Pimenta no ouvido dos outros

Pimenta no ouvido dos outros

O saxofonista Thiago França é um dos artistas mais robustos na nuvem de tags da Radiola Urbana. Já virou motivo de piada interna. Mas uma das vantagens de se fazer um blog independente é, justamente, ignorar certas ilusões da grande mídia — tipo “jornalismo imparcial”. Arte se consome pelo filtro do gosto pessoal e, sendo assim, a imprensa vai ser sempre parcial na...

Read More

De volta a 1972

De volta a 1972

Na semana do 73 Rotações, a Radiola Urbana embarca na nostalgia de onde tudo começou. Veja os vídeos de uma música de cada um dos oitos shows que aconteceram no 72 Rotações, em novembro de 2012, no Sesc Santana: Assembleia Rítmica de Pinheiros x “Mulatu of Ethiopia”; Felipe Cordeiro x “Expresso 2222″ (Gilberto Gil); Bruno Morais x “Sonhos e Memórias 1941...

Read More

Trânsito

Trânsito

72 Rotações, 04 de novembro, Sesc Santana: Romulo Fróes interpreta “Transa” (Caetano Veloso) O último show do 72 Rotações virou do avesso um dos discos mais cultuados de Caetano Veloso. “Transa” foi totalmente transformado por Romulo Fróes. O violão, que impulsiona os arranjos originais, foi descartado e as versões foram todas criadas a partir de guitarra, baixo,...

Read More

72 Rotações

72 Rotações

Depois de uma gloriosa série de cinco shows no Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso, a Radiola Urbana agora estende o projeto de reencontro com a música de 1972 para o Sesc Santana. O festival 72 Rotações acontece de 1 a 4 de novembro, com dois shows por noite. São eles: Assembleia Rítmica de Pinheiro x “Mulatu of Ethiopia” (Mulatu Astatke) e Felipe Cordeiro x...

Read More

RU 72: Romulo Fróes interpreta “Transa” (Caetano Veloso), 09/06

RU 72: Romulo Fróes interpreta “Transa” (Caetano Veloso), 09/06

O projeto Radiola Urbana 1972 pretende refletir sobre a diversidade criativa de 20 discos lançados 40 anos atrás através de cinco shows e nove programas de web rádio. 9 de Junho: Romulo Fróes interpreta “Transa”, de Caetano Veloso Com quatro discos lançados, Romulo Fróes é declaradamente influenciado por “Transa”. Inicialmente associado ao samba, o cantor e compositor enveredou...

Read More

Bahia pra você

Bahia pra você

Foi um delírio com barulho de mar. Três sereias — Andresa, Aninha e Nani — e um só sussuro: “tenho Bahia pra você”. Uma arca se abriu na beira do ribeirão. Cinco doces, dez minutos, dezoito carnavais… E um disco: a Radiola Urbana misteriosamente apresenta “Bahia Fantástica”, de Rodrigo Campos, pra você baixar em MP3 da melhor qualidade e projeto...

Read More

Radiola Urbana 1972!

Radiola Urbana 1972!

O projeto Radiola Urbana 1972 pretende refletir sobre a diversidade criativa de 20 discos lançados 40 anos atrás através de cinco shows e nove programas de web rádio.  As apresentações reúnem artistas da nova geração, que vão refazer o repertório de um determinado disco de 1972: Bruno Morais interpretará “Sonhos e Memórias”, de Erasmo Carlos; Romulo Fróes interpretará...

Read More

Retrospectiva 2011

Retrospectiva 2011

2011 foi intenso! O ano da volta da Radiola Urbana, depois de alguns meses de desesperadora crise de abstinência, foi um período de muita inspiração da música brasileira e de apresentações internacionais históricas, que desembarcaram pela primeira vez no Brasil. Discos, shows, um livro, uma exposição e dois documentários que despontaram neste ano compõem a seguinte retrospectiva que...

Read More

Realismo fantástico

Realismo fantástico

Tão longe, tão perto: a movimentação geográfica motiva e define a música do compositor e cantor paulista Rodrigo Campos.  Seu segundo disco, Bahia Fantástica (previsto para o primeiro trimestre de 2012), surgiu de uma inspiração improvável – um lugar distante, praticamente desconhecido do músico, uma ficção de cartão-postal. É a história inversa de São Mateus Não é Um Lugar...

Read More