Sangue nos olhos

Sangue nos olhos

A reputação de Rich Medina é única. Um dos DJs mais respeitados na Filadélfia e em Nova Iorque, seus sets costumam fazer uma viagem sonora por diferentes gêneros — afrobeat, funk, soul, house e rap — e desenterrar tesouros esquecidos da música mundial. Há mais de 20 anos na estrada, já se apresentou para multidões abrindo shows de artistas como Lauryn Hill, De La Soul,...

Read More

Instore de lançamento da exposição de fotos Universo em Trânsito – A Cena Musical de Sampa

Instore de lançamento da exposição de fotos Universo em Trânsito – A Cena Musical de Sampa

Nessa sexta, 02-09, a Patuá Discos tem o prazer de receber a exposição de fotos “Universo em Trânsito – A Cena Musical de Sampa”. A mostra reúne 10 imagens do fotógrafo Daniel R. N. Lopes, registradas em shows que aconteceram em SP nos últimos anos. São 10 retratos de 90cm x 60cm, que estarão à venda, dos artistas: Chucho Valdés, Fred Wesley, Gustave Bentho...

Read More

“Black Woman” – Seun Kuti

“Black Woman” – Seun Kuti

Seun Kuti acaba de lançar um novo clipe, com direção dos brasileiros Pedro Rajão (diretor de “Anikulapo”, documentário ainda não finalizado sobre as conexões entre a música brasileira e o afrobeat de Fela Kuti), Micael Hocherman e Wagner Novais. As gravações aconteceram em Porto Alegre e Rio de Janeiro e o elenco também é formado por atrizes e dançarinas do Brasil....

Read More

Sangue na veia

Sangue na veia

Com a proximidade do Fela Day (15 de outubro) e de uma série de eventos que homenageiam a data de aniversário de Fela Kuti (Safári Especial, Fela Day Rio e Fela Day Salvador) no Brasil, vale muito lembrar a impactante apresentação gratuita de seu filho caçula no Vale do Anhangabaú no domingo 28-09 — no evento de encerramento do Mês da Cultura Independente em São Paulo, que teve...

Read More

Cotonou – Lagos – Sampa

Cotonou – Lagos – Sampa

A Radiola Urbana ainda se recupera do êxtase que foi os shows da Orchestre Poly-Rythmo de Cotonou (Benin) e do Seun Kuti & Egypt 80 (Nigéria) no último domingo (28-09), no Vale do Anhangabaú, no evento de encerramento do Mês da Cultura Independente. Para reviver um pouco da energia, segue nossa galeria de imagens da catarse. Fotos: Daniel R. N. Lopes. Este slideshow necessita de...

Read More

Voz ativa

Voz ativa

Uma voz nigeriana se fez ouvir no último domingo (28-09) no Vale do Anhangabaú, no show de encerramento do Mês da Cultura Independente. Não era um simples cantor: era Seun Kuti, filho de Fela Kuti (lendário ativista e criador do afrobeat), escoltado pela última banda de seu pai (Egypt 80) e com um discurso afiado de denúncias às desigualdades no continente africano. Entre as 10 mil...

Read More

Esfinge sônica

Esfinge sônica

As batidas do Vodun (tradicional religião do Benin, com uma grande diversidade rítmica) correm como sangue pela veia de seus integrantes. As influências do funk de James Brown e do afrobeat de Fela Kuti são absorvidas naturalmente. Muita inspiração coletiva e comprometimento espiritual tornam a música da Orchestre Poly-Rythmo de Cotonou uma potência indecifrável. Essa esfinge musical...

Read More

Seun Kuti, Orchestre Poly-Rythmo de Cotonou + Festa Fela, 28-09 (SP)

Seun Kuti, Orchestre Poly-Rythmo de Cotonou + Festa Fela, 28-09 (SP)

Read More

Punho cerrado

Punho cerrado

Sim, Seun Kuti é filho de Fela Kuti. Mas aqui a questão não é apenas genética: além do sangue que corre em suas veias, ele grava e toca com a última banda que acompanhou seu pai (a Egypt 80, com oito ou nove integrantes remanescentes) e é o artista mais engajado em manter viva a contundência do afrobeat original – tanto em sua estética musical, como no discurso. Fela ganhou...

Read More

Vodu do Benin em SP!

Vodu do Benin em SP!

Nossos ouvidos ocidentais levaram décadas para descobrir a música da Orchestre Poly-Rythmo de Cotonou. Essa entidade sônica do Benin bem que fez sua parte para se fazer notar: são mais de 500 músicas gravadas entre 1970 e 1983 e uma produção espantosamente criativa, original e diversificada. Mas assim como a geopolítica tratou de deixar a África em segundo plano, a música do continente...

Read More

O Liberace de bronze

O Liberace de bronze

Entre os dias 1 e 15 de maio, São Paulo recebe o festival de documentários musicais In Edit, que desde a primeira edição nos entretêm com títulos que não chegariam à telona de outro modo. Salvador recebe o evento entre 12 e 18 de maio. Em uma sacada rápida na lista de filmes, alguns chamam atenção de cara. O primeiro é “Finding Fela”, de Alex Gibney, que mira para a...

Read More

Dedo na cara

Dedo na cara

“A Long Way to Beginning”, o novo disco de Seun Kuti, será lançado em maio e o primeiro clipe, da faixa “IMF”, já foi divulgado. A música é uma crítica bem direta ao Fundo Monetário Internacional, adaptando a sigla de International Monetary Fund para “International Mother Fucker” (Filho da Puta Internacional). O ataque lembra os momentos mais raivosos...

Read More

“Make You No Forget” – Blitz The Ambassador + Seun Kuti

“Make You No Forget” – Blitz The Ambassador + Seun Kuti

Nessa onda de misturar afrobeat com rap, o artista preferido da Radiola Urbana é MC Ganês Blitz, The Ambassador. Ele já veio ao Brasil em 2012 e se prepara lançar um novo álbum “Afropolitan Dreams” — já em pré-venda e com três faixas disponíveis para audição NESTE LINK AQUI. O clipe da faixa “Make You No Forget”, que conta com participação de Seun Kuti...

Read More

“IMF” – Seun Kuti & Egypt 80 (+ Dead Prez)

Foi divulgado o novo clipe de Seun Kuti, da faixa “IMF”. A sigla abrevia a expressão “International Mother Fucker” (“Filho da Puta Internacional”) e, tudo indica, faz referência ao Fundo Monetário Internacional (International Monetary Fund). A faixa está no repertório do próximo e quarto disco do músico nigeriano, “Way From The Beginning”....

Read More

O mesmo tapa, com outra mão

O mesmo tapa, com outra mão

Em 2007, Seun Kuti ainda ensaiava os primeiros passos de sua carreira solo. Foi quando a Radiola Urbana teve o prazer de entrevistá-lo por email sobre suas lembranças de Fela Kuti, o trabalho com a banda Egypt 80 e suas impressões sobre o hip hop. De lá para cá, já são dois discos gravados — “Many Things” (2008) e “From Africa With Fury: Rise” (2011) — e...

Read More