Volta por cima

capa06

Quando a babilônia queima, o bom reggae sempre funciona como cura e alimento para as nossas almas. 2020 já é – e já faz tempo – um ano para se esquecer, mas faz um estranho sentido que justamente agora a música brasileira assista ao retorno à uma produção mais massiva da banda Rockers Control. Com a formação atual de power trio com três integrantes originais (o baterista Bruno Buarque, o guitarrista e vocalista Cris Scabello aka Christopher Dilovah e o baixista MAU), o combo prepara um contra-ataque com lançamentos de um single por mês até o fim do ano e a ação suspende um hiato das atividades que eram intensas no começo dos anos 2000 e arrefeceram nos últimos dez anos.

No dia 27 de maio, o RC divulga uma faixa em parceria com o cantor e compositor Giba Nascimento. A faixa “Plugin Out” é um refresco na memória e na angústia permanente que nos perturba neste primeiro semestre com a combinação mórbida de pandemia com desgoverno. Com letra em inglês e cadência de rocksteady, a música tem os elementos que fez a banda se destacar nas longas e saudosas sessões ao vivo que aconteciam na festa Susi in Dub – em que a banda improvisava e engrossava o caldo da seleção em vinil do DJ Yellow P com um refogado instrumental que esquentou as madrugadas paulistanas por quase dez anos e foi crucial para elevar a temperatura da febre de reggae no Brasil. O segredo está no transe entre guitarra, baixo e bateria e na cama quente para acomodar vocais e melodia.

“Pluggin Out” é apenas um aperitivo. Até o fim do ano, o baú dos Rockers vai nos brindar com produções com o nigeriano Afrikan Simba (“Ancient Woman” e “Beware of Your Enemies”), o anfitrião Cristopher Dilovah (“Bom Dia”) e os britânicos Sandeeno, Danny Red e Brother Culture. As gravações foram acumuladas em cerca de duas décadas de suor e o trio, agora, encontrou tempo para se dedicar em desaguar as pedradas. A série de lançamentos traz dois antigos aliados: o músico e produtor Victor Rice assina as mixagens e o diretor de arte e DJ Ricardo Magrão cuida da identidade visual. Sorte nossa.

Bruno, Cris e MAU nunca ficaram parados e foi justamente a correria permanente que forçou uma pausa nos projetos que envolvem os Rockers. Juntos, os três integraram a banda Amigos Imaginários, que acompanhou Anelis Assumpção, entre 2007 e 2017 – e a alquimia do trio é um importante elemento no trabalho da compositora e cantora no período, com pitadas de reggae à brasileira.  São muitos exemplos que poderiam ser citados no repertório da Anelis, mas o melhor talvez seja o single prensado em compacto de vinil, “Not Falling”, parceria dela com Giba Nascimento e os Rockers.

O baterista e o baixista também integraram a banda que acompanha Karina Buhr. Já o guitarrista se dedicou ao Bixiga 70, a big band com influência de afrobeat que construiu trajetória sólida nos últimos dez anos. Bruno e Cris ainda tiveram intensa movimentação em seus estúdios sediados em São Paulo, Minduca e Traquitana, respectivamente, que receberam infinitas produções e gravações neste milênio.

As semente plantadas pelos Rockers no começo dos anos 2000 (e pela Afetos, banda que os três integraram no fim dos anos 90), ramificaram de forma impressionante. A banda era associada ao sistema de som Dubversão, pioneiro em levar a música jamaicana para festas gratuitas e ao ar livre. Hoje, sabe-se que existem centenas de aparelhagens similares no Brasil – o livro “Mapa Sound System do Brasil” cataloga 120. O reggae também se infiltrou como referência na música brasileira contemporânea: Anelis, Céu, Criolo, Curumin, Lucas Santtana (e tantos outros) lançaram discos ou gravações específicas em que a cadência jamaicana é um tempero importante no caldeirão que identifica a produção dos anos 2000 sem um rótulo que identifique a cena – mas que mistura elementos da MPB, do soul e do afrobeat.

A hora é agora, o tempo é hoje ou tarda, mas não falha: o retorno às atividades do Rockers Control tinha de ser em 2020. Fogo na babilônia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *