Curtis (1970 – 1976)

Curtis (1970 – 1976)

Salve, Curtis Mayfield! O primeiro disco do soulman, “Curtis” (1970), completou 50 anos em setembro deste ano e a gente celebra a efeméride com um programa de rádio dedicado à obra do artista do período entre 1970 e 1976. Ele grava seis álbuns de estúdio e um ao vivo e o trabalho desta fase resulta em uma das maravilhas da soul music dos anos 70. Pioneiro ao incorporar o...

Read More

Gal Costa, 75

Gal Costa, 75

Salve, Gal Costa! A diva completa 75 anos neste sábado 26/09/2020 e a gente celebra com uma playlist de 75 minutos — 1 minuto de música para cada ano de vida dela. O repertório contempla os oito primeiros discos de sua carreira, lançados entre 1969 e 1978, e oferece um panorama da diversidade da intérprete do período. Temos aqui desde os berros inspirados em Janis Joplin (de mãos...

Read More

Mandamentos black

Mandamentos black

Poucas músicas traduzem o sentimento de orgulho negro brasileiro dos anos 70 e a essência do movimento Black Rio quanto “Mandamentos Black”, de Gerson King Combo. Tem a força e a mensagem de “Say It Loud, I’m Black and I’m Proud” (“Diga em alto volume, sou negro e tenho orgulho disso”), que James Brown grava em 1968 e torna-se um hino dançante da resistência da população...

Read More

Genialf

Genialf

Salve, Johnny Alf! Está no ar nosso podcast com foco na produção do artista nos anos 60, logo depois do estouro da bossa nova que ele tanto influenciou e não é devidamente creditado. Recentemente, dois textos chamaram atenção para os mecanismos do racismo estrutural que silenciam a contribuição de Alf (negro, pobre e homossexual) na criação do gênero musical protagonizado por...

Read More

Volta por cima

Volta por cima

Quando a babilônia queima, o bom reggae sempre funciona como cura e alimento para as nossas almas. 2020 já é – e já faz tempo – um ano para se esquecer, mas faz um estranho sentido que justamente agora a música brasileira assista ao retorno à uma produção mais massiva da banda Rockers Control. Com a formação atual de power trio com três integrantes originais (o baterista Bruno...

Read More

Nau de beats

Nau de beats

O hip hop é mais que uma cultura. É uma máquina do tempo e um teletransportador. A linguagem do sample, as colagens e as batidas digitais podem te levar para lugares reais ou imaginários. Só é preciso que haja um bom piloto no comando da nave. Dr. Drumah (alcunha do baterista baiano e integrante da banda IFÁ, Jorge Dubman, para sua persona beatmaker) nos guia para uma África ao mesmo...

Read More

Tony Allen (1940 – 2020)

Tony Allen (1940 – 2020)

Tony Allen é um gigante. Fela Kuti dizia que não haveria afrobeat sem ele. O nigeriano foi um dos melhores bateristas da história e um dos instrumentistas mais influentes de sua geração. Sua partida no dia 30 de abril de 2020 interrompe uma produção que foi intensa nos anos 70 — quando gravou mais de 30 discos com Fela, além de ter lançado os quatro primeiros de sua carreira solo...

Read More

1 ano sem Beth Carvalho

1 ano sem Beth Carvalho

Salve, Beth Carvalho! No dia 30 de abril de 2020, completou-se um ano da partida da artista para o outro plano. Além de uma das intérpretes mais influentes do samba, ela ostenta uma discografia e uma atuação nos bastidores que transformaram o gênero nos anos 70 e 80. Ouça nosso podcast em homenagem a ela, com gravações inspiradíssimas para joias de Nelson Cavaquinho, Cartola, Paulinho...

Read More

Abril, 2020

Abril, 2020

Esta edição do programa Radiola Urbana homenageia: o baterista do Zimbo Trio, Rubinho Barsotti (que morreu aos 87 anos, no dia 15 de abril de 2020); o grande Moraes Moreira (falecido no dia 13 de abril, aos 72); e o pianista estadunidense Herbie Hancock (que completou 80 anos no dia 12 de abril). Vamos ouvir faixas dos anos 60 do Zimbo e do Herbie Hancock + gravações de composições dos...

Read More

Alice suprema

Alice suprema

Trilha sonora para quarentena! Gravamos um programa de rádio dedicado à obra de Alice Coltrane, com músicas do período entre 1968 e 1970, quando ela lança seus quatro primeiros (e nosso preferidos) discos: “A Monastic Trio” (1968), “Huntigton Ashram Monastery” (1969), “Pthah the El Daoud” (1970) e “Journey in Satchidnaanda”. Pianista e...

Read More

Makossa man

Makossa man

Salve, Manu Dibango! O músico camaronês morreu no dia 24/03/2020, vítima do corona vírus, aos 86 anos. Ele é o autor do hit mundial “Soul Makossa”, de 1972 — sampleado por artistas como A Tribe Called Quest, Jay-Z e Kanye West, citado (e não creditado) por MIchael Jackson em “Wanna Be Startin’ Somethin” e referência para Chico Science & Nação...

Read More

Perfeição tropical

Perfeição tropical

Jorge Ben é sempre uma boa companhia e, durante o confinamento, há trechos de letras que soam como mantras pra gente lidar com esse pesadelo. Positividade, espiritualidade, delírios poéticos, galanteios inspirados, negritude, futebol, devaneios cósmicos e a tradução perfeita das mais profundas angústias humanas se emaranham na lírica do compositor – sempre embalada pelo mistério do...

Read More

Fratura exposta

Fratura exposta

Uma fratura é um trauma e exige reconstrução. É impressionante como “Rastilho”, recém-lançado disco do compositor paulistano Kiko Dinucci, evoca esse sentido com tamanha clareza e de forma tão ampla. O trabalho se expande nesse significado, em primeiro lugar, por sua invenção com o violão em mãos: o som, em si, tem algo que rompe ligamentos, uma dor que se transmuta em inspiração...

Read More

É Funmilayo!

É Funmilayo!

A arte reage. O Dia da Consciência Negra, em 2019, anuncia o surgimento da banda Funmilayo Afrobeat Orquestra, que lança seu primeiro single, “Negração”, em ação da Casa Escuta as Minas, do Spotify. A potência da mensagem embutida nessa notícia é cheia de significados. Primeiro: é a primeira banda de afrobeat do mundo formada só por mulheres negras. Segundo: presta...

Read More

Violão em fúria

Violão em fúria

O chicote estala na pele preta, helicópteros despejam granadas em favelas cariocas, a floresta amazônica arde em chamas, o racismo é relativizado, fala-se em trabalho infantil como algo que fortalece caráter, a violência contra mulher é banalizada, torturadores são saudados como heróis, terreiros são alvos de ataques terroristas constantes, educação e ciência sofrem sabotagem,...

Read More

Mapa da mina

Mapa da mina

O reggae é um fenômeno no Brasil. Festas atraem um público cativo e os chamados sound system proliferam cada vez mais no país. Trata-se basicamente, como a tradução literal para o português sugere, de sistemas de som desenvolvidos para amplificar a música jamaicana. Porém, essa aparelhagem tem características específicas não só no que se refere à reprodução do som como na sua...

Read More